INÍCIO INSTITUCIONAL ROSSYR BERNY DÚVIDAS FREQUENTES CONTATO
   início
 
 
WhatsApp: 51-985.353.970 - Oi
51-985.370.000 - Oi
51-998.237.038 - Tim
51-996.690.908 - Vivo
51-991.033.566 - Claro
 
 
 
 
Autores
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
Jacy Ramirez Victorino
Jacy Ramirez Victorino é um nome respeitável na artesania da Poesia Lírica no Rio Grande do Sul. E melhor sorte têm seus convivas da bela Uruguaiana, onde vive e esparge seus sentimentos poéticos e humanos. Mais admiração ainda merece de seus pares da respeitável Academia Uruguaianense de Letras.
O verso lírico a acompanha desde sua obra inaugural – Transparências, de 1992 –, e chega, vitorioso, mais forte, mais maduro nesta sua quarta obra – Libertação do Sentir, de 2011 – todos publicados pela Editora Alcance. A própria autora define sua introspecção, seu mundo pessoal, interior e ao mesmo tempo universal: “É importante o conhecimento da poesia lírica, na qual predomina a subjetividade, o mundo interior, o próprio ´EU´ do poeta, que liberta seus sentimentos e emoções, no lirismo poético de suas obras.”
Parte ativa de seu mundo, sente a libertação do sentir: Desperta, em mim, canções líricas sentidas, / bordadas de sonhos, embaladas na saudade. / Lembranças, que o coração guardou, ficaram perdidas, / nos rastros da esperança, na conquista da felicidade.
Quanto mais experiente pelas décadas de vivenciada poesia, constata sua própria evolução transformadora: Igual a uma ave no alto da montanha, / sinto chegar a fase da maturidade. / Mas existe, em mim, força estranha,/ trazendo inspiração e criatividade.
No mais, é deliciarmo-nos com as páginas fartas de puro lirismo. E mais rico ainda seu livro, por ser bilíngue, contemplando os povos de língua espanhola com seu sentimento poético.
Jadir Miranda Correa
Jadir Miranda Corrêa, 32 anos, é natural de São Gabriel/RS. É professor de Matemática, artesão (desenhista), autor de As Crônicas do Céu e da Terra - A Espada de Diamante e o Livro, é um artista que busca incessantemente explorar a sua criatividade e desempenha com vigor e inspiração aguçada tudo o que se propõe a fazer. Este é o seu primeiro livro de uma brilhante carreira literária que o aguarda.
Jaime Lopes Izquierdo
Jaime Lopes Izquierdo, nascido em Camaquã, RS, numa certa data, que o tempo cobriu de poeira. Advogado militante na cidade de Porto Alegre, poeta, compositor e articulista virtual. Como compositor tem parti-cipação efetiva em festivais nativistas no Rio Grande do sul e em outros de caráter nacional, tendo uma coletânea de meia centena de músicas já gravadas e mais de uma centena de letras inéditas. Criar, para o autor, é quase que uma necessidade fisiológica. Surge a idéia e o poeta se excita e num gesto automático passa a discorrer sobre o tema, fazendo poesias, crônicas ou se estendendo na prosa. Fazer sonetos e um passatempo para o autor. Coleciona mais de 50 criações inéditas. Em que pese ser constantemente acossado pelos amigos para que as publique, vem resistindo, heroicamente, num egoísmo desmedido, guardando-os para si.
Jairo Luis Santos da Rosa
Jairo Luis Santos da Rosa nasceu em Porto Alegre há 43 anos. Os pais, com seus outros quatro irmãos enfrentaram terríveis dificuldades para tentar salvá-los da vida indigna. O pai pedreiro, a mãe gari e carroceira, multiplicavam suas forças e sonhos para tentarem dar aos filhos um mínimo de conforto, educação e saúde. Mas a precariedade foi mais forte e os filhos ficaram expostos a todos os rigores da pobreza, piorando tudo com a morte do pai, aumentando o abandono. No entanto, o filho Jairo Luis da Rosa, desde garoto foi buscar nas ruas seu sustento para ajudar a família. Os rigores dos abandonos e discriminações só não foram maiores que a persistência de um dia conquistarem seus sonhos de dignidade. Jairo, com todo empenho seguiu sua luta e viu no trabalho de gari uma chance de salvar-se. Mas queria mais. Com o máximo empenho e suor, paralelamente ao seu trabalho no DMLU, tornou-se cabeleireiro profissional. Cresceu. Criou um salão de beleza, outro e outro. Passou de empregado a empregador. Por isso deu A volta por cima - De Gari a Empresário, deixando a vala comum da miséria para o patamar digno do servir ao próximo. Jairo da Rosa é um exemplo vitorioso da persistência, do amor sobre o desamor, da fé sobre a incredulidade.
James Ricachenevsky
James Ricachenevsky, médico e advogado, nasceu em Cruz Alta (RS) em 30 de maio de 1958, filho de David Alfredo Ricachenevsky e Gentílina da Silveira Ricahenevsky , é casado com Patricia dos Santos Farias e tem 4 filhos: Rosvita, Uriel, David Lucas e João Victor. Especialista em Clínica Médica e Medicina do Trabalho. Perito Médico do INSS. Sócio fundador da Sociedade Brasileira de Clínica Médica e ex-Secretário da Sociedade Brasileira de Clínica Média – Regional do Rio Grande do sul. Escritor premiado em 4° lugar na categoria especial do Concurso Nacional de Ética e Prática Médica, em 1997. Exerceu as funções de Médico-Chefe do Centro de Saúde de Cruz Alta, Chefe do Serviço de Clínica Médica do Hospital São Vicente de Paulo, Presidente do Conselho Municipal de Saúde de Cruz Alta e Presidente do Conselho da Associação Médica do Rio Grande do Sul, sento atualmente Conselheiro Nato desta entidade. Espírita desde os dezessete anos de idade ocupa o cargo de dirigente do Grupo de Estudos Apométricos Dr. José Lacerda de Azevedo. Autor do Livro “50 casos de Apometria”, de 2011.
Jania Souza
Jania Souza, potiguar, é poeta, artista plástica, ativista cultural, pacifista, bancária da Caixa Federal, Agência Ribeira/RN e participante da ONG Moradia e Cidadania dos Funcionários da Caixa. Economista, contadora. Filiada à Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN – SPVA/RN; APPERJ; Clube dos Escritores de Piracicaba/SP; Movimento Poetas del Mundo por levantar a bandeira da PAZ. Organizou 4 volumes da Antologia Literária da SPVA/RN, onde exerce o cargo de Diretora de Eventos. Voluntária desde 1994 no projeto assistencial Fraldinha – Nivaldo Calixto Torres, promotor da construção de uma consciência cidadã participativa para crianças a partir dos 4 anos até jovens com mais de 20 anos, oriundos dos diferentes bairros da cidade e classes sócio-econômicas diversas através da prática das regras do esporte futebol; oferecendo, também, xadrez, palestras, oficina de teatro e reforço em inglês, português e matemática. Participação em diversas coletâneas nacionais e exposições de artes plásticas. Na 55ª Feira do Livro de Porto Alegre, em 2009, autografou o livro infantil MAGNÓLIA - A Besourinha Perfumada e o livro de poemas Fórum Íntimo.
Jerônimo Jardim
Jerônimo Jardim nasceu em Jaguarão/RS, em 19.11.1944, mas considera-se de Bagé, onde tem suas origens. Reside em Porto Alegre-RS. Bacharel em Direito, publicitário e servidor aposentado do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, onde exerceu as funções de Assistente de Juiz Togado, Assessor da Corregedoria e Assessor da Presidência, lotado em Gabinete da atual Ministra do TST, Rosa Maria Weber Candiota da Rosa. Exerceu a advocacia e o cargo de professor de Direito e Processo do Trabalho na Faculdade de Direito da UFRGS. Foi casado com Mara Ferreira Jardim, Professora e Mestra em Literatura, com quem tem dois filhos, Thaís Ferreira Jardim e Flávio Ferreira Jardim. Casou-se novamente com Clair Fofonka da Silva Jardim, médica veterinária. Venceu diversos festivais de música, destacando-se o MPB-Shell/81 da Rede Globo, com a canção Purpurina, defendida por Lucinha Lins; e a Califórnia da Canção Nativa de Uruguaiana, com Astro Haragano, defendida pessoalmente e gravada no disco do festival respectivo em sua 15ª Edição (1985), bem como nos CDs, Digitais – Jerônimo Jardim (1996) e Quando a noite vem – Jerônimo Jardim (2002). Teve canções gravadas por diversos intérpretes, gaúchos e cariocas, com destaque especial para Moda de Sangue (Jerônimo Jardim e Ivaldo Roque), por Elis Regina, no disco Saudade do Brasil – Elis Regina (1979) e duas vezes trilha de novela da Rede Globo (Coração Alado e Torre de Babel). Integrou o Grupo Pentagrama. Gravou sete discos de carreira. Na literatura publicou cinco livros infantis, Cri-Cri, O Grilo Gaudério (Tchê/Ortiz); Titinho e Os Tênis Mágicos; e Sob Fogo Cruzado (L&PM); e O Clube Da Biblioteca Contra A Bruxa Pestiléia e A Revolta Dos Pincéis (Vozes). Cri-Cri, O Grilo Gaudério, com direção de Isabel Íbias, Sob Fogo Cruzado, com direção de Arines Íbias e O Clube Da Biblioteca com direção de Camila Bauer foram apresentadas como peças teatrais.
João Pedro Farias Rodrigues
João Pedro Farias Rodrigues, professor, nasceu em Piratini (RS) em 8 de março de 1955, filho de Abílio Rodrigues e Selanira Farias Rodrigues.
É técnico industrial pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas, bacharel em informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, licenciado e especialista em educação pela Universidade Luterana do Brasil. Fundador do pré-vestibular, para estudantes carentes, Zumbi dos Palmares - Uma Alternativa Educacional Solidária. Fundador da Mensageiros do Caminho - Fraternidade Espírita Educacional. Membro do Conselho Diretor da Cada do Jardim - Entidade Espírita Assistencial e diretor da escola de educação da Casa da Volta do Campo. Participa de seminários e congressos divulgando o Evangelho, a Doutrina Espírita e o método de assistência espiritual da Apometria que estudou com o Dr. José Lacerda de Azevedo no ano de 1983. É esportista, faixa preta, praticante de Shorinji Kempo.
João Silvano Machado
O autor nasceu em 1961 e fez a 1ª Comunhão aos nove anos, logo depois de ter sofrido um assustador acidente. Começou a ler a Bíblia em 1983 e nunca mais parou de lê-la. Surpreendeu-se com o número de vezes que a Escritura faz referência ao NOME de Deus sem, entretanto, expressar qual é.
Jorge Gurski
Jorge Gurski é Jornalista, formado pela Unisinos, em 2005, tendo feito vários cursos de extensão como Formação como Comunicador e Radialista, em Curso de Rádio e TV pela Fundação Padre Landel de Moura. E Dicção e Oratória ministrado por Leoclides Marcon. Além de pertencer à Sociedade Brasileira de Autores Teatrais desde os tempos em que cursava Comunicação Social. O autor também escreveu diversos roteiros e projetos de programas de televisão, sendo que alguns estão em amostra na SBAT, aos cuidados de Sergio Santos.
Jorge Hausen
Gaúcho de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, mora desde 1972 na cidade do Rio de Janeiro. Geólogo por profissão, trabalha na Com-panhia de Pesquisa de Recursos Minerais, Serviço Geológico do Brasil. Sua paixão pelos livros vem da infância, da família, sendo que há muito colabora em publicações literárias. É um dos autores dos livros Testemunho III e Testemunho V, ambos da Editora Oficina do Livro – OLIP, da qual participou do Conselho Editorial. Em 1995, colaborou com escritos no Jornal Poética daquela mesma editora e publicou seu primeiro romance A Marca de Caim, ainda pela Editora Oficina do Livro, lançado na Feira do Livro de Porto Alegre, sendo reeditado, em 1998, pela Editora Tempo e Espaço. Em 2000, editou o romance Silva Rerum ou A Floresta das Coisas, Editora Lidador, RJ, lançado na Feira do Livro de Porto Alegre, em Brasília e no Rio de Janeiro. Em 2002, publicou no Jornal de Petrópolis, estado do Rio de Janeiro, em forma de folhetins semanais, o romance A Marca de Caim. Colaborou com contos, em 2001 e 2002, nas antologias anuais do Círculo de Pesquisas Literárias – CIPEL, lançadas na Feira do Livro de Porto Alegre. Em 2007, lançou o livro A Prenda de Seu Damaso e Outros Contos, o qual foi contem-plado com o 2º lugar do prêmio Jabuti, na categoria Contos e Crônicas. Também lançado na Feira do Livro de Porto Alegre e no Rio de Janeiro. Em 2009, participou com um conto da Antologia Especial da Oficina Literária – OLIP (RJ).
Jorge Kriegre de Mello
José Alberto de Souza
José Alberto de Souza nasceu em Jaguarão, RS. Em 1989, participou da Oficina de Criação Literária da PUCRS, coordenada pelo escritor Luiz Antônio de Assis Brasil, tendo integrado a antologia “Contos de Oficina 5” (Ed. Acadêmica), com três contos. Fez parte do grupo Fábula, quando publicou mais três contos na antologia “Mais ao Sul do que eu pensava” (AGE, 1993). Colaborou com trabalhos nas coletâneas “Julinho 100 anos de história” (AGE, 2000), “Olhares sobre Jaguarão” (Evangraf, 2010) e Varal Antológico (Design Editora, 2011). De sua autoria, tem publicados “Lá pelas tantas”/crônicas (Independente, 2010) e “Para Não Dizerem Que Passei em Brancas Nuvens”/contos (WS Editor, 2010). É editor do blogue: http://poetadasaguasdoces.blogspot.com/
José Antônio Macedo
José Antônio Macedo (Dr. Poeta) é natural de São Gabriel, RS. Foi alfabetizado por sua mãe, Elda Camará Martins Macedo, tendo adquirido com a mesma o gosto pela leitura e literatura. É formado em Direito pela Universidade Católica de Santa Maria. Publicou dois livros: Estância do Céu (poemas regionais) e UniVerso em Deus (trovas). É sócio integrante da Estância da Poesia Crioula e da União Brasileira dos Trovadores. Possui diversas músicas gravadas em importantes festivais nativistas, incluindo a Califórnia da Canção Nativa, de Uruguaiana. Destacando, atualmente, um CD com letras de sua autoria e interpretação do renomado cantor romântico Wilson Paim. No ano de 2011 foi eleito patrono da 5ª Feira Municipal do Livro de São Gabriel.
José Antônio Paranhos Luz
omecemos assim: José Antônio Paranhos Luz foi professor ao longo de 37 anos de sua profícua vida; e, nas últimas duas décadas, atua intensamente como advogado na bela cidade interiorana de Santa Cruz do Sul/RS. Tem destacado-se como criminalista, área de sua preferência. Homem que, ao longo das décadas, acumulou experiência e respeitabilidade em ambas as atividades. Preocupado com o mundo contemporâneo de criminalidade, cada vez começando mais cedo na adolescência, o criminalista e agora escritor José Luz publica a novela Destinos que se cruzam por três razões basilares: tentar mostrar aos jovens que se iniciam na transgressão a velha máxima de que “o crime não compensa”; trazer à tona o antigo questionamento do trabalho do advogado que defende os criminosos mais implacáveis, busca-lhe razões de defesas imponderáveis de que todos são inocentes até prova em contrário; e, por fim, querer ser, à sua comunidade, um facho de luz acesa para que este livro seja uma forma de ensinamento e realização dos bons propósitos de cada ser. Se aumentam os crimes do tráfico, deve aumentar duplamente a resistência a ele. Há pouco, o consagrado psiquiatra argentino Eduardo Kalina “criou” o 11º Mandamento: Não usarás drogas. Também neste aspecto o autor ergue sua bandeira de salvação. E a novela, extremamente bem narrada, contempla os propósitos desses três pilares por acreditar que a leitura, a educação, a religiosidade, a boa índole e os bons exemplos são fortes armas na luta pela conquista de todos por uma vida digna. Aqui, Destinos se cruzam para se discutir e retomarem-se caminhos de dignidade.
José Couto
José Couto (Porto Alegre, 1956) é professor de geografia e escritor. Pós-graduado em Educação Ambiental no Centro Universitário La Salle, cursou como aluno especial os cursos de mestrado em Literatura Brasileira e o de Educação na área de Estudos Culturais na UFRGS e o mestrado em Educação Ambiental na FURGS. Publicou poesias e contos em antologias e diversos periódicos da imprensa cultural. A impermanência da escrita é seu primeiro livro individual.
José Hoffmann
José Hoffmann nasceu no dia 20 de outubro de 1927, no interior do município de Osório, em uma localidade próxima ao distrito de Bananeiras. Foi vereador por Torres e prefeito de Três Forquilhas. A primeira esposa, Otilia Beck Hoffmann, nasceu no dia 02 de fevereiro de 1929 e faleceu em 02 de novembro de 1999. Atualmente está casado com Orlandina de Oliveira Klein. Teve dez filhos no primeiro casamento: Leonilda Beck Hoffmann (in memoriam); Nilson Beck Hoffmann; Neli Otilia Hoffmann Maschmann; Neoli Beck Hoffmann; Maria Beck Hoffmann (in memoriam); Nelbio Beck Hoffmann; Nilton Beck Hoffmann (in memoriam); Neliete Hoffmann Justin; Neliseu Beck Hoffmann; Nilmar Beck Hoffmann.
José Luiz Pons
José Luiz Marona Pons é casado com Elizabeth Fittipaldi Pons. São pais de Frederico, Maria Cláudia e Mariana. E avós de Santiago (filho de Frederico e Andressa) e de Vicente, Antônio e Francisco (filhos de Maria Cláudia e Andreas). É Engenheiro Agrônomo, da turma de 1971 da UFRGS. Também cursou o mestrado em Economia Rural no Instituto de Pesquisas Econômicas - IEPE/UFRGS - 1972/1974. Neste período em quanto elaborava a tese de mestrado trabalhou na FEEE - Fundação Estadual de Economia e Estatística. Em 1974 cursou na Inglaterra o mestrado em Administra-ção Rural e Marketing na Universidade de Londres.Retornou ao Brasil em 1976 para a FEEE e foi logo cedido para a CEPA da Secretaria de Agricultura onde elaborou diversos projetos.Em 1977 foi contratado pela Cooperativa de Lãs Vale do Uruguai Ltda. para comercializar tops de lãs (lã penteada).No início da década de 90 criou sua própria empresa de comercia-lização: A Mercon Exportação e Importação do Cone Sul Ltda.
José Morais
José Morais Ferreira, graduado em Ciências Econômicas e Pós-graduado em Administração de Recursos Humanos pela UFRN. Pós-graduado em Política e Estratégia e em Psicopedagogia pela UNP. Dedica-se ao desenvol-vimento do Projeto Vida Interior - uma proposta de construção do Ser em sua dimensão Espiritual; e a uma proposta humanista de educação que contemple a plenitude do ser, através do Projeto Ser - ProSer, centrado na máxima do Aprender a ser Gente, voltado para jovens a partir dos 14 anos.
José Renato da Silva Andrade
José Renato da Silva Andrade nasceu na cidade de Porto Alegre no dia 27 de setembro de 1967. Adiles de Mattos Macedo e Saul de Oliveira Macedo o criaram, na rua Guilherme Alves, no bairro Partenon, em Porto Alegre. Sua madrinha Adiles foi quem o alfabetizou com as histórias de Monteiro Lobato. Sua mãe legítima se chama Magda Elizabeth da Silva Andrade, aposentada da Brigada Militar. José tem dois filhos: Renato Andrade, acadêmico de Direito e Josué Mickael Bierhals Andrade, de oito anos. José Andrade também fez os cursos de Compreensão Textual, Composição e Revisão Literária, ministrado pela professora Marisa Chaves de Albuquerque. O curso de Composição Literária, História da Escrita e Leitura Dirigida, ministrado pela Professora Ieda Hernandes Sehnem e Pintura sobre tela na Casa do Artesão de Camaquã. Teatro (Artes Cênicas) no Cine Teatro Coliseu, na cidade de Camaquã, ministrado pelo professor Sérgio Tavares. É artesão, trabalhando com talhos em madeira e óleo sobre tela. Compõe, escreve histórias infantis e faz peças de teatro. Mora na cidade de Camaquã, na rua Dr. Nadir Medeiros, número 77. Ama todas as crianças de todas as raças, de todas as nacionalidades. Sonha que todas as crianças possam ler suas histórias, possam sonhar, sorrir, brincar, cantar e viver felizes. Esta é sua maior riqueza, saber que pode chegar perto de todas as crianças do mundo com suas histórias, com seu teatro. Quer que todas as crianças cresçam com dignidade, respeito e amor. Que, no futuro, a arma existente seja um livro de história. José agradece a todas as pessoas que, de alguma forma, o ajudaram a realizar seus sonhos: editar suas histórias e gravar suas músicas.
José Valdaí de Souza
Dr. José Valdaí de Souza é natural de Triunfo, Rio Grande do Sul, e vive há muito em Porto Alegre. Graduou-se, em 1974, pela Fundação Faculdade Católica de Medicina de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, sendo especialista em Cirurgia Geral e Biologia Molecular. É membro da Sociedade de Bioética do Rio Grande do Sul / SORBI; Membro da Sociedade de Cirurgia Geral do Rio Grande do Sul / SOCIGERS; Membro da Sociedade Brasileira de Medicina Ortomolecular / SOBRAMO; Membro da Associação Médica do Rio Grande do Sul / AMRIGS; Membro do American College of Advancement in Medicine – ACAM, EUA. Já publicara a obra Medicina Molecular, com reedições. Mas como escritor de aventura este é seu primeiro livro. E não ficará nele, pois já tem outros planos literários em andamento, apaixo-nado que é pela vida. Viajando pelo Império Mongol é o tipo de obra que todos devem ler; e aprender com a leitura, vivenciando-a.
Julio Cesar da Luz Steinmetz
Julio Cesar da Luz Steinmetz nasceu em 1965, em Estrela (RS), filho de uma professora e de um Oficial de Registro de Imóveis.
O autor formou-se em Direito e, em 2007, terminou o curso de Pós-Graduação (Especialização em Direito Público) com a monografia jurídica O ressarcimento: o fundamento do Direito para o aperfeiçoamento das grandes estruturas sociais, baseada na Filosofia do Direito.
Ao longo de sua carreira profissional, exerceu diversos cargos públicos e privados, iniciando no mundo do trabalho junto de seu pai, como auxiliar no Cartório de Registro de Imóveis. Desempenhou, ainda, funções de bancário, advogado e analista judiciário. Atualmente, é analista processual do Ministério Público da União, em Brasília.
Como escritor, apresenta em seu currículo a monografia O ressarcimento e o Esboço do livro 31, ambos disponíveis na internet. Também são de sua autoria vários blogs com comentários sobre os graves acontecimentos em curso no planeta, ocorrências estas que serviram de base para a construção desta obra.
 
 
 

 
Editora Alcance LTDA Fones         Facebook
Rua Bororó, 5 - Vila Assunção Claro: (51) 99103 - 3566 Flickr
Porto Alegre - RS OI: (51) 98537-0000 Formspring me
CEP: 91900-540 Tim: (51) 98233-7038 Nova rede social em breve
E-mail: rossyr@editoraalcance.com.br Vivo: (51) 99669-0908 Twitter
  (51) 98535-3970 whatsapp You Tube
     
Área Restrita    E-mail Suporte T.I Alcance